segunda-feira, 22 de junho de 2009

Ex-ministro interino de Ruanda condenado

http://www.unmultimedia.org/radio/portuguese/detail/165942.html

Callixte Kalimanzira recebeu 30 anos de prisão por participação em massacre de milhares de tutsis em 1994; veredicto foi anunciado nesta segunda-feira em tribunal apoiado pela ONU na Tanzânia.

Tribunal para Ruanda

Tribunal para Ruanda

por Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova York.*

O ex-ministro interino do Interior de Ruanda, Callixte Kalimanzira, foi condenado nesta segunda-feira, a 30 anos de prisão, pelo Tribunal Penal Internacional para Ruanda. Os juízes do tribunal, com sede em Arusha, na Tanzânia, responsabilizaram o ex-ministro por crime de genocídio cometido em 1994, contra milhares de tutsis no país.

Execução

Kalimanzira foi sentenciado pelo que o tribunal classificou de "papel-chave" na morte das vítimas na cidade de Butare, no sul do país. Segundo o tribunal, o ex-ministro ruandês participou no planejamento e da execução do massacre.Ele foi acusado de liderar grupos de homens armados, incluindo policiais e soldados, numa montanha onde milhares de tutsis tinham se refugiado da violência.Kalimanzira se entregou voluntariamente ao Tribunal Penal Internacional para Ruanda, em novembro de 2005.No massacre de 1994 em Ruanda, morreram cerca de 800 mil pessoas. A maioria eram tutsis e hutus moderados.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Nenhum comentário: