domingo, 5 de julho de 2009

Coreógrafa alemã Pina Bausch morre aos 68 anos

  • AFP

    A bailarina e coreógrafa Pina Bausch (1940 - 2009), morta aos 68 anos, em fotografia de junho de 2009. Famosa por unir originalmente teatro e dança, a alemã recentemente havia sido diagnosticada com câncer

A coreógrafa e bailarina alemã Pina Bausch morreu aos 68 anos na manhã desta terça (30) em Wuppertal, Alemanha. Bausch, nascida Philippine Bausch, era diretora artística do Teatro de Dança de Wuppertal desde 1973.

"Pina Bausch morreu no hospital e teve uma morte repentina e rápida, cinco dias depois de ter um câncer diagnosticado", anunciou a porta-voz do Teatro Wuppertal, Ursula Popp.

Pina Bausch nasceu em 27 de julho de 1940 na cidade de Solingen, Alemanha. Em 1958, ela se formou na escola Folkwang, em Essen, também na Alemanha. Depois ela continuou aprendendo dança nos EUA, onde passou três anos e estudou na Juilliard School of Music, em Nova York, de 1959 a 1962.

O trabalho da bailarina, que estreou como coreógrafa em 1968, caracteriza-se por uma junção de teatro e dança moderna, que refletia sentimentos humanos como a tristeza e o amor.

Entre as suas produções mais conhecidas estão "Komm tanz mit mir" ("Vem, Dança Comigo", 1977), "Café Müller" (1978), "Keuschheitlegende" ("Lenda de Castidade", 1979) e "Viktor" (1986).

Parte dos trabalhos da companhia Tanztheather Wuppertal de Bausch tomou por referência países por onde passou desde a década de 1980. A coreografia "Rough Cut" é dedicada à Coreia do Sul, por exemplo, e "Água", de 2001, é fruto da passagem da coreógrafa pelo Brasil.

Veja cena do filme "Fale Com Ela" (2002), de Pedro Almodóvar, em que a bailarina e coreógrafa Pina Bausch faz participação Em 2007 ela ganhou o Prêmio Kyoto, importante prêmio de dança, em homenagem ao seu trabalho, rompendo a fronteira entre dança e teatro e estabelecendo um novo parâmetro da arte teatral. No mesmo ano, o Festival de Dança da Bienal de Veneza premiou a bailarina com o Leão de Ouro pelo conjunto de sua obra.

O trabalho de Bausch pode ser visto também no filme "Fale com Ela" (2002), de Pedro Almodóvar, que apresenta as coreografias "Masurca Fogo" e "Café Müller". Veja trecho da cena.

Desde setembro de 2008, o trabalho da bailarina e coreógrafa era objeto de uma biografia cinematográfica conduzida pelo diretor Win Wenders.

A companhia de Pina Bausch está programada para fazer uma turnê por São Paulo, no Teatro Alfa, em setembro deste ano, com apresentações de "Café Müller", peça de 1978, e sua versão para "A Sagração da Primavera", de 1975, com música de Igor Stravinsky.

O programa é o mesmo apresentado pelo Teatro de Dança de Wuppertal em 1980 no Brasil, sua primeira passagem pelo país. Entretanto, a venda de ingressos para as apresentações do grupo estão suspensas até sexta-feira, dia 3.

Nenhum comentário: